Logo União Seguros


Atendimento de Seg. á Sex. das 08:00 ás
12:00 - 13:30 ás 18:00

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Onde estou Página inicial > FAQ   |   « voltar
Navegação Rápida

FAQ

1.0  Financiei a compra do meu carro. Quanto recebo se o veículo tiver perda total antes de eu quitar a minha dívida?
Nesse caso, a Seguradora indeniza o valor referente à sua dívida para a instituição que financiou a compra (respeitados os limites da apólice). Depois, paga a diferença a você. Se o valor da indenização for de R$ 20 mil, mas você deve R$ 5 mil à financeira, você receberá apenas R$ 15 mil.
 
2.0 Meu seguro é cancelado depois que recebo a indenização por perda total?
Sim. A sua apólice é cancelada depois que a Seguradora paga a indenização por perda total por acidente, roubo ou furto. É por isso que, se você tiver parcelado o pagamento do seguro, a Seguradora solicita que sejam quitadas todas as parcelas restantes, descontando-as do pagamento da indenização. Para o seu veículo ficar novamente segurado, será necessário contratar uma nova apólice.
 
3.0 Optei por pagar o meu seguro em várias parcelas. O que acontece quando deixo de pagar?
A vigência do seu seguro será reduzida, de acordo com a tabela de prazo curto disponível nas Condições Gerais e a cobertura ficará suspensa.
 
4.0 Se estiver participando de qualquer tipo de competição de velocidade, receberei a indenização caso me envolva num acidente?
Não. Perde-se o direito às indenizações das garantias contratadas em seguro se for comprovado que o acidente ocorreu quando o veículo estava participando de alguma competição, qualquer que seja ela.
 
5.0 Se for comprovado que eu estava alcoolizado quando ocorreu o acidente, terei direito à indenização?
Não. Perde-se o direito às indenizações das garantias contratadas em seguro se for comprovado que o motorista do veículo segurado estava dirigindo sob o efeito do álcool, de drogas ou mesmo se não estava regularmente habilitado.
 
6.0 Os meu equipamentos ou acessórios de som, imagem, comunicação ou informática instalados de forma permanente no meu carro estão cobertos pela minha apólice de seguros?
Não, mesmo que eles sejam originais de fábrica. Para que qualquer acessório, original ou não, esteja coberto pelo seu seguro, é necessário que você contrate uma garantia opcional, específica para a proteção desses acessórios.
 
7.0 A cobertura de danos a terceiros prevê indenização a eventuais danos corporais que eu ou demais passageiros do veículo segurado possamos ter sofrido durante um acidente?
Não. A garantia de Danos Corporais a Terceiros oferece cobertura apenas aos terceiros, e na definição de terceiros estão excluídos o segurado e seus familiares. Para que você e seus familiares tenham proteção, será necessário contratar a garantia opcional de Acidentes Pessoais por Passageiro, que também inclui reembolso de despesas médicas e hospitalares.
 
8.0 Quando tenho direito ao carro reserva?
Para ter direito a um carro reserva é necessário contratar o serviço de Carro Reserva. O segurado deverá atender aos requisitos das Locadoras de Veículos.
 
9.0 Bati o meu carro e foi determinado que terei de pagar os danos causados ao outro veículo. Onde esse conserto poderá ser feito?
O conserto de veículo de terceiro poderá ser feito preferencialmente em oficina com acordo operacional com a Seguradora, desde que tenha uma na região do acidente.
 
10.0 Devo pagar a franquia quando meu veículo é localizado com danos após roubo/ furto?
Sim. As Condições Gerais do seguro prevêem o pagamento da franquia nos casos em que o veículo é encontrado com danos após roubo ou furto. Apenas não haverá pagamento da franquia se ficar caracterizada a perda total do bem segurado.
 
11.0 No caso de venda do veículo, o seguro é válido para o novo proprietário?
Não. Como todos os dados do seguro foram preenchidos de acordo com as informações do proprietário e dos motoristas atuais, em caso de venda, o seguro passa a não ser válido, mesmo se as parcelas continuarem a ser pagas. Neste caso, deve-se cancelar a apólice e o novo proprietário deve fazer um novo seguro, de acordo com seus dados. Obs.: O seu seguro pode ser utilizado para um novo veículo que você tenha ou venha a adquirir.
 
12.0 Como funciona o bônus?
O bônus é um desconto pessoal e transferível* dado na renovação da apólice se não houver utilização das garantias contratadas Se o segurado mudar de companhia seguradora, levará o bônus acumulado.
 
13.0 Se durante a vigência de meu seguro eu decidir trocar de carro, será necessário cancelar o seguro atual e fazer um novo?
Não. Você pode optar pela substituição de veiculo aproveitando assim, os valores que já foram pagos na apólice atual e seu bônus.
 
14.0 Durante a vigência de meu seguro eu posso alterar, incluir ou excluir alguma garantia contratada?
Sim. Existem dois tipos de garantias, as obrigatórias que podem ser alteradas mas, não excluídas e as opcionais que podem ser incluídas, excluídas ou alteradas durante a vigência do seu seguro.
 
15.0 Caso eu venha a bater meu carro com o carro de um parente serei indenizado?
Sim, porém o seu parente não. As Condições Gerais do seu seguro prevêem que só é caracterizado terceiro a pessoa a quem, involuntariamente, o segurado cause prejuízo. Não se enquadram no conceito de terceiro: o motorista; o cônjuge ou companheira (o), filhos e seus cônjuges ou companheiros, sogros e seus cônjuges ou companheiros, cunhados, enteados e seus cônjuges ou companheiros, pais e seus cônjuges ou companheiros, irmãos e seus cônjuges ou companheiros, irmãos do cônjuge ou da(o) companheira (o) do segurado; as pessoas que residam ou dependam economicamente do segurado; os dirigentes do segurado pessoa jurídica; os dirigentes de pessoa jurídica do qual o segurado pessoa física for sócio ou acionista; os empregados e prepostos do segurado, quando a serviço dele; pessoas jurídicas, na figura dos sócios, proprietários e dirigentes com grau de parentesco com o segurado.
 
16.0 É necessário apresentar Boletim de Ocorrência em todos os sinistros ocorridos?
Atualmente, não é obrigatória a apresentação do Boletim de Ocorrência para os sinistros de colisão sem vítimas, porém, sempre que o segurado nos informa que o acidente foi registrado por autoridade policial, independentemente de ser uma Perda Parcial ou Indenização Integral, o documento é solicitado. Vale ressaltar que, nos casos de Indenização Integral, cujo acidente tenha ocorrido em Rodovia e desde que tenha sido confeccionado Boletim de Ocorrência, o mesmo deverá ser apresentado. Apesar de não ser obrigatória a apresentação, com este documento a seguradora proporciona maior agilidade na liquidação do Sinistro, já que, no Boletim de Ocorrência, além dos dados do segurado e do veículo, constam também informações sobre eventual terceiro envolvido no acidente. Para os casos de roubo/furto do veículo, é obrigatória a apresentação do Boletim de Ocorrência.
 
17.0 Em caso de sinistro envolvendo meu carro, quanto tempo tenho para acionar a seguradora?
Primando pela excelência da avaliação dos danos e das circunstâncias que envolveram o sinistro, conforme Condições Gerais da Apólice, o aviso do acidente à Seguradora deve ser imediato, se possível, no mesmo dia do sinistro. Para reclamar sua pretensão junto à seguradora, o segurado tem o prazo de 01 ano contado a partir da ciência do sinistro ou, no caso de responsabilidade civil, a partir da data em que foi citado para responder à ação ou da data que pagou os prejuízos ao terceiro. Sendo que, o terceiro, tem o prazo de 03 anos para reclamar sua pretensão.